Detalhes sobre a Asma

Detalhes sobre a Asma

asmablog

A asma é a inflamação dos brônquios que sofrem inchaço e estreitamento, ou seja, a passagem do ar fica mais difícil porque o tamanho interno dos brônquios fica diminuído. Os brônquios são vias por onde entra e sai o ar que respiramos.

É uma doença inflamatória crônica que afeta indivíduos de todas as idades. É erroneamente chamada de bronquite alérgica e comum, afetando cerca de 10% a 20% da população.

Ocorre este estreitamento por:

  • Inchaço da parede dos brônquios provocado pela inflamação
  • Contração dos músculos que estão ao redor dos brônquios
  • Aumento da produção de escarro, também provocado pela inflamação.

A asma pode ser controlada com tratamento adequado, permitindo que o pulmão funcione normalmente. Assim, pode ter uma vida ativa e é importante saber conviver com ela.

Quais os sintomas da Asma?

Tosse, chiado, falta de ar, sensação de aperto no peito ou opressão, mas podem variar de acordo com cada caso.

Saiba sobre o ABC DA ASMA

1. Saber o que piora a asma e os fatores desencadeantes:

A asma pode ser causada por vários fatores: alérgicos, substâncias ou produtos que causem irritação das vias aéreas, tais como, ambientais, infecções virais, fatores emocionais, atividade física intensa e alguns medicamentos.
Sempre que tiver sintomas, procure lembrar o que fez, que substâncias teve contato e o que aconteceu neste dia e na véspera.

  1. Usar os medicamentos apropriados para o seu caso, com a técnica correta recomendada pelo médico:

O uso de medicamentos deve ser SEMPRE orientado pelo médico. Os mesmos podem ser divididos em:

  • Medicamentos de alívio ou broncodilatadores
  • Medicamentos de tratamento ou antiinflamatórios ou preventivos.

Eles podem ser administrados por via inalatória, usando-se nebulizadores comuns (inaladores), nebulizadores pressurizados (aerossóis ou bombinhas) e sistemas inalatórios de pó seco.

  1. Saber reconhecer que a asma está saindo de controle e o modo de evitar crises graves:

Anote num diário seus sintomas e medicamentos utilizados e, se possível, avalie o pico de fluxo expiratório (PEAK-FLOW). O monitor desse pico é um aparelho portátil, de custo acessível, que mede o grau de obstrução dos brônquios. Estas informações serão úteis para você e seu médico saberem se a doença está sobre controle.

Sua asma estará saindo de controle quando:

  1. O uso de broncodilatador para alivio das crises é mais frequente que o habitual
  2. O sono é interrompido pelos sintomas de asma
  3. Apresentar cansaço ao realizar suas atividades diárias ou exercícios leves
  4. Apresentar tosse persistente ou expectoração
  5. Apresentar pico de fluxo expiratório (PFE) com valores menores que os habituais.