Produtos químicos em crianças

Produtos químicos em crianças

15-abril-criancas

Atualmente, cresce o número de meninas que querem mudar seus cabelos, pintar ou até mesmo fazer alisamentos permanentes, porém, a partir de que idade os pais devem permitir e que tipos de cuidados podem ter?

A região do couro cabeludo é muito vascularizada e absorve os produtos em quantidades que pode gerar algum tipo de alergia e até intoxicação. Fazer tratamentos químicos em crianças, como escova progressiva e tintura não é aconselhável, pois os produtos químicos utilizados nesses tratamentos, como por exemplo, o formol usado em alisamentos, não tem segurança estabelecida para uso em crianças. Não se conhecem ao certo os efeitos e, como não há comprovação científica, o melhor é sempre evitar.

Como já citado, estes produtos tem potencial para causar alergias e até mesmo algo pior, podendo estragar a fibra do cabelo, já que ainda está em crescimento e se modificando, de acordo com a idade. Outro exemplo comum são as tinturas, que podem conter água oxigenada e outros produtos químicos como a amônia que, além de ressecar os fios de cabelo, podem causar problemas alérgicos ou irritativos quando em contato com o couro cabeludo e pele.

O ideal é esperar até o final da adolescência, também que é nesta fase, que elas ou eles ficam um pouco mais maduros, para saber ao certo o que significa química no cabelo e os cuidados que são exigidos, como manutenção, reparação e entre outros assuntos referentes.